MANCHETES Cotidiano

Após flexibilização do comércio na PB e em Sousa, presidente da FCDL-PB afirma que é possível seguir as regras sanitárias sem afetar a economia

Por portalnoticiaja

05/04/2021 às 20:25:17 - Atualizado há

Após serem divulgados o Decreto Estadual e Instrução Normativa do Município de Sousa, com flexibilização do comércio, a reportagem do Portal NoticiaJÁ.COM, entrevistou o presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas da Paraíba (FCDL-PB), o sousense José Lopes Neto.

Segundo o representante da entidade, após flexibilizar a abertura dos estabelecimentos, os agentes políticos levaram em consideração as ações de prevenção à Covid-19 e a retomada da economia. "Agradecemos ao governador da Paraíba, Joao Azevêdo e ao prefeito Fábio Tyrone, por tomarem a decisão no sentido que é possível seguir as regras sanitárias sem afetar a economia. Nós não somos os responsáveis ou vilões pela transmissão do coronavírus. No que se refere aos Decretos, nosso pleito é mais do que justo. O Governo do Estado e nossa Federação precisam ter uma relação institucional. Nossa entidade está de portas abertas para dialogar com o Poder Público a nível Estadual ou Municipal. Estamos pleiteando o justo. Que os próximos Decretos contemplem a sobrevivência das pessoas como também a sobrevivência do comércio no nosso Estado", frisou.

Conforme Lopes, a situação é preocupante, quem está sendo mais atingido são as micro e pequenas empresas. "Com a responsabilidade de todos nós, é possível flexibilizar as regras com protocolo de cuidados com a saúde, seguindo as recomendações das autoridades sanitárias, para manter o emprego e renda. Já há empresários sendo obrigados a demitir funcionários e sem dinheiro para bancar aluguel, devolvendo prédios e fechando estabelecimentos", relatou.

Comunicar erro

© 2021 - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade •   Quem somos    •   Contato   •