PARA√ćBA Cotidiano

Covid: ALPB autoriza estado de Calamidade Pública em mais 45 municípios da Paraíba; Cajazeiras, Pombal estão na lista

Por portalnoticiaja

13/04/2021 às 18:49:38 - Atualizado h√°

A Assembleia Legislativa da Para√≠ba (ALPB) autorizou, nesta ter√ßa-feira (13), o Decreto de Estado de Calamidade P√ļblica para mais 45 munic√≠pios em consequ√™ncia da pandemia causada pelo novo coronav√≠rus (Covid-19). Ao todo, 105 cidades paraibanas j√° tiveram situa√ß√£o de calamidade autorizados pela Casa Epit√°cio Pessoa em 2021.

Com a aprova√ß√£o do Projeto de Decreto Legislativo 24/2021, tiveram o Estado de Calamidade P√ļblica as cidades de: Alagoinha, Ara√ßagi, Arara, Areia de Bara√ļnas, Bananeiras, Barra de S√£o Miguel, Bernardino Batista, Bonito de Santa Fé, Borborema, Caapor√£, Cabedelo, Cacimba de Areia, Cajazeiras, Concei√ß√£o, Condado, Conde, Cubati, Cuité, Fagundes, Juarez T√°vora, Lagoa de Dentro, Lagoa Seca, Mana√≠ra, Mari, Montadas, Nova Palmeira, Olivedos, Paulista, Pedro Regis, Piancó, Po√ßo Dantas, Po√ßo de José de Moura, Pombal, Puxinan√£, Rem√≠gio, Santa Helena, S√£o Domingos, S√£o José de Espinharas, S√£o José dos Cordeiros, Santana de Mangueira, Serra da Raiz, Serra Redonda, Serraria, Tavares e Zabel√™.

De autoria do deputado Felipe Leit√£o, foi aprovado o Projeto de Lei 798/2019, que determina a obrigatoriedade de restaurantes, lanchonetes, bares e outras empresas que fornecem o servi√ßo de entrega de alimentos em domic√≠lio, através de delivery, a usar selo de garantia ou lacre de inviolabilidade nas embalagens dos produtos. "Essa pr√°tica trar√° mais seguran√ßa aos consumidores, que ter√£o a certeza de que o produto dentro da embalagem est√° dentro dos padr√Ķes a serem cumpridos pelos estabelecimentos", justificou o autor da proposta.

PEQUENO EXPEDIENTE

No caminho inverso aos constantes cortes em pesquisas científicas, a Paraíba tem focado esforços na ciência e na tecnologia. A constatação foi feita pelo deputado Buba Germano, durante o Pequeno Expediente da sessão ordinária desta terça-feira (13), realizado de forma remota.

"Em 2020, a ALPB decidiu reduzir custos para arrecadar dinheiro para o enfrentamento da pandemia. Conseguimos R$ 2 milh√Ķes, sendo que metade desse valor foi investido em ci√™ncia e tecnologia. Hoje, fico muito feliz em ver que esse investimento ajudou a Fapesq a abrir um edital focado em projetos voltados para o combate à Covid. Esse refor√ßo também foi suficiente para que nossas universidades recebessem autoriza√ß√£o de patentes na elabora√ß√£o de ventiladores pulmonares a baixo custo. Mostra que estamos nos esfor√ßando diariamente para cumprir nosso papel como representantes do povo", ressaltou o deputado.

Na ocasi√£o, os deputados refor√ßaram, ainda, a import√Ęncia da vacina para o enfrentamento à Covid-19. "A pandemia ainda n√£o acabou. Embora a Para√≠ba esteja em quarto lugar no n√ļmero de vacinas aplicadas, precisamos continuar os cuidados b√°sicos de higiene das m√£os e isolamento social", alertou Pollyana Dutra, antes de ser complementada pelo deputado Wilson Filho: "Além de todo o esfor√ßo na √°rea da sa√ļde, a Para√≠ba ainda é o estado com o melhor ensino à dist√Ęncia do Brasil e a TV Assembleia foi essencial para o Estado obter esse resultado".

Um dos fatores que contribuíram para que o estado fosse destaque nacional, foi a implantação da TV Paraíba Educa, fruto de uma parceria da ALPB e a Secretaria de Educação e da Ciência e Tecnologia.

Através da parceria, a TV Assembleia disponibilizou a subcanaliza√ß√£o 8.3 da Rede Legislativa (TV Senado, TV C√Ęmara e TV Assembleia), na grande Jo√£o Pessoa, na regi√£o de Campina Grande e na regi√£o de Patos, exclusivamente para a veicula√ß√£o de videoaula para o Ensino Fundamental, Ensino Médio e Educa√ß√£o de Jovens e Adultos.

Fonte: Portal Not√≠ciaJ√Ā.COM com ALPB: Foto: reprodu√ß√£o
Comunicar erro

© 2021 - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade •   Quem somos    •   Contato   •